ADVOGADAS COM MAIS DE 15 ANOS DE ATUAÇÃO
NOSSO TRABALHO É CUIDAR DE SEUS INTERESSES

Controle de Processos

Solicite sua senha e tenha acesso aos dados de seu processo

NOTÍCIAS

Presidente do TJRS recebe a mais alta comenda do TJMA, a medalha Cândido Mendes

Presidente do TJRS recebe a mais alta comenda do TJMA, a medalha Cândido MendesDes. Carlos Eduardo Zietlow Duro recebeu distinção do Presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Des. João Figueiredo dos AnjosO Presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, recebeu nesta quinta-feira , em São Luis, a Medalha Especial do Mérito Cândido Mendes, entregue pelo Tribunal de Justiça do Maranhão. A homenagem fez parte das comemorações dos 206 anos do TJMA. A Medalha Cândido Mendes é a mais alta comenda do Poder Judiciário maranhense.O Desembargador Duro, que também preside o Conselho dos Tribunais de Justiça do país, agradeceu a distinção, dizendo-se honrado com a escolha do seu nome entre os agraciados com a medalha Cândido Mendes. O Magistrado gaúcho pidiu o mérito da honraria com seus pares do TJRS e do Conselho dos TJs. O Judiciário maranhense também concedeu, além da Medalha Cândido Mendes, a Medalha dos Bons Serviços Desembargador Bento Moreira Lima e a Medalha do Mérito Judiciário Antônio Rodrigues Vellozo a personalidades que se destacam pelos relevantes serviços prestados à Justiça e à cidadania. As medalhas foram entregues pelos desembargadores da Corte estadual.Foram agraciados magistrados do Judiciário estadual e de outros tribunais, advogados, procuradores, assim como personalidades de persos ramos profissionais, como professores, médicos, autoridades militares, deputados, jornalista e empresário. Entre os homenageados estava o ministro do Superior Tribunal de Justiça Benedito Gonçalves.Magistrado do RS ladeado pelo Ministro do STJ Benedito Gonçalves epelo Des. Figueiredo dos Anjos, junto a membros da Corte maranhenseEm seu discurso, o presidente do TJMA, Desembargador Joaquim Figueiredo, enalteceu a contribuição daqueles que construíram a história e projetaram a Corte judicial maranhense nos últimos dois séculos."Mudanças positivas ocorreram no âmbito do Tribunal ao longo desses 206 anos. Para isso, foram fundamentais o comprometimento e a valiosa contribuição dos eminentes desembargadores ¿ dos fundadores aos atuais ¿ eminentes Juízes de Direito e dos estimados servidores e de toda a família judiciária, na prestação de serviços inerentes à distribuição de Justiça, num grau de profissionalismo que nos deixa muito felizes", assinalou.O desembargador Figueiredo parabenizou os homenageados pelos importantes serviços prestados à Justiça e disse ser grato a todos os que sonham e fazem um mundo melhor."A todos, uma cordial saudação e o penhor da nossa mais profunda gratidão. Longa e bela vida ao Egrégio Tribunal de Justiça do Maranhão. Que os seus 206 anos ajudem a fortalecer a Justiça e as instituições democráticas, para o bem do povo maranhense e brasileiro. Somos a Justiça da esperança e dos sonhos. Temos em nós todos os sonhos do mundo", concluiu.Em nome de todos os agraciados, o ministro do Superior Tribunal de Justiça Benedito Gonçalves agradeceu a iniciativa dos indicadores das congratulações, destacando a existência de um objetivo principal da homenagem que diz respeito à prestação laboriosa do serviço à Justiça.O ministro parabenizou os agraciados, dos mais variados segmentos, manifestando "ter o coração em festa de poder prestar o serviço de Justiça e atender às demandas dos aflitos que tem os direitos ameaçados ou lesionados". Ele concluiu com a reflexão de que "todos os dias são difíceis para os que estão aflitos, mas a vida é agradável para as pessoas que têm o coração alegre".A Medalha Especial do Mérito Cândido Mendes foi idealizada e criada pelo decano do Tribunal, desembargador Bayma Araújo, que também promoveu a atualização das outras duas.Medalha Cândido MendesA Medalha Especial do Mérito Cândido Mendes, a mais alta comenda do Poder Judiciário maranhense, criada pela Resolução nº 56, de 23 de outubro de 2013, em reverência ao grande jurista maranhense que se notabilizou pelos estudos jurídicos em defesa das fronteiras do país, foi concedida ao Ministro do STJ Benedito Gonçalves; ao Presidente do TJPI, Desembargador Sebastião Ribeiro Martins; ao Presidente do TJRS, Desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro; ao Presidente do TJSP, Desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças; ao Diretor-Geral da Escola Judicial do Piauí , Fernando Lopes e Silva Neto; ao Conselheiro Nacional de Justiça, Henrique de Almeida Ávila; ao Professor e ex-Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo e ao Ministro do STJ, Paulo Dias de Moura Ribeiro.Após a solenidade comemorativa dos 206 anos do TJMA, realizada na Sala das Sessões Plenárias, o Presidente da Corte, Desembargador José Joaquim Figueiredo, entregou ao ministro do STJ Benedito Gonçalves, ao presidente do TJRS e ao diretor da Escola Superior da Magistratura do Piauí, Fernando Lopes e Silva Neto, a Medalha comemorativa do bicentenário do TJMA.  EXPEDIENTETexto: Carlos Alberto Machado de Souza, com informações da Comunicação do TJMA Assessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arendimprensa@tjrs.jus.br Publicação em Thu Nov 14 15:58:00 BRT 2019 Esta notícia foi acessada: 1 vez.
14/11/2019 (00:00)
Visitas no site:  66496
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.